PODERES

Conselheiros Tutelares reivindicam piso salarial

Publicado em

PODERES [email protected]

Aproximadamente 33% dos Conselhos Tutelares de Mato Grosso recebem até um salário mínimo. A estimativa foi apresentada nesta quinta-feira (04), pelo presidente da Associação de Conselhos Tutelares, Nilson Farias, na abertura do 1º Encontro Estadual dos Conselheiros Tutelares. A definição de um piso salarial para a categoria é umas das reivindicações que vão constar no documento que será elaborado ao final encontro, que se encerra nesta sexta-feira (05).

Parceiro na realização do encontro, o titular da Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, defendeu o reconhecimento e a valorização dos conselheiros tutelares. “O trabalho e as atribuições do conselheiro tutelar se equiparam e, em algumas situações até superam, as de um secretário municipal. Infelizmente, no Brasil e até entre os próprios conselheiros tutelares, o papel de vocês ainda não é compreendido”, enfatizou o procurador de Justiça.

Prado também destacou a importância da efetivação do trabalho em rede nos municípios para a proteção das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Deixou claro que não deve existir disputas entre conselheiros tutelares e de direito. “Os senhores devem trabalhar em parceria. O Conselho de Direito deve buscar o Conselho Tutelar para levantar os problemas existentes em cada localidade para depois elaborar o plano municipal em defesa dos direitos da criança e do adolescente, remetendo à Câmara e ao Prefeito para cumprimento”, ensinou.

Leia Também:  Homem é condenado à prisão por matar esposa a facadas no aniversário dela

Além de falar sobre as atribuições, finalidades e aspectos jurídicos relacionados à atuação dos conselheiros tutelares, o procurador de Justiça também disponibilizou aos participantes diversos modelos de requerimentos para auxiliar o trabalho realizado no dia a dia. Entre eles, representação de perda ou suspensão do poder familiar ou destituição de tutela, roteiro de visita a entidade de atendimento, termo de acolhimento institucional, auto de constatação e modelo de regimento interno.

Prado encerrou a sua palestra chamando a atenção para vocação necessária na defesa da criança e do adolescente. “Ser conselheiro tutelar é um ato de amor. Ou você acredita no que está fazendo, ou você desiste. Trabalhem sempre buscando o diálogo e priorizem a mediação na solução dos conflitos”, defendeu.

Fonte: MP MT

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODERES

Ex-BBB ameaça processar candidato a deputado de MT na Justiça

Publicados

em

O economista e ex-participante do reality show Big Brother Brasil, Gil do Vigor, se manifestou nas redes sociais, neste sábado (13), e disse que não autoriza o uso da imagem dele a nenhum candidato que não apoie e que algo sério assim não deveria ser banalizado. (Veja nota na íntegra ao final da reportagem).

A resposta vem após um pré-candidato a deputado estadual, em Mato Grosso, ter colocado a imagem de Gil no registro da candidatura dele no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Quero que fique bem claro aqui que não autorizo o uso da minha imagem a candidato nenhum que eu não apoie. Algo sério como isso não deve ser banalizado para ganhar atenção em cima. Existem consequências para ações assim”, declarou.

No momento em que recebeu a notícia, Gil escreveu nas redes sociais, também, que “o processo vem aí”. (Veja abaixo).

O partido Democracia Cristã (DC) informou que foi feita uma petição à Justiça Eleitoral para corrigir o equívoco.

No final da tarde deste sábado (13), a correção foi feita no site.

Leia Também:  Homem é condenado à prisão por matar esposa a facadas no aniversário dela

Segundo o partido, o erro não foi do candidato, e sim de uma empresa contratada para fazer as fotos.

Ao tomar conhecimento do ocorrido, o partido solicitou a alteração da imagem.

O prazo para todos os pré-candidatos oficializarem as candidaturas se encerra na próxima segunda-feira (15).

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os partidos são responsáveis pelas informações fornecidas no site institucional e toda a documentação submetida passa pelo crivo da Justiça Eleitoral.

Neste caso, o processo ainda estava na fila para ser avaliado, quando o partido percebeu o erro a tempo.

Gil do Vigor

Após o confinamento, Gil do Vigor recebeu o título de Cidadão Paulistense, um voto de aplauso e a Comenda Padre João Ribeiro Pessoa de Melo Montenegro, a mais alta honraria de Paulista, município no Grande Recife onde o ex-BBB morava. 

O economista pernambucano Gil do Vigor conquistou o 4º lugar no BBB-21 e chegou a ficar quase 100 dias dentro da casa.

Ele ficou conhecido pelos bordões e o carisma dentro do reality. 

Atualmente o ex-participante está nos Estados Unidos fazendo pós-doutorado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PODERES

POLÍCIA

GERAL

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA