ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BRASIL

Índice de Atividades Turísticas registra sétima taxa positiva seguida no país

Publicado em

BRASIL [email protected]


O Governo Federal, por meio da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada na quinta-feira (13/01) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta novo impacto positivo da gradual retomada do mercado de viagens no Brasil. Segundo o estudo, o Índice de Atividades Turísticas cresceu 4,2% em novembro de 2021 no país, a sétima alta consecutiva, gerando um ganho acumulado de 57,5% no período analisado.

Oito dos 12 locais avaliados acompanharam a expansão, especialmente São Paulo (8%), Paraná (6,3%), Rio de Janeiro (2,8%) e Minas Gerais (2,3%). Na comparação com novembro de 2020, o aumento chega a 25,5%, impulsionado principalmente por empresas de meios de hospedagem, restaurantes, transporte aéreo, rodoviário coletivo de passageiros, locação de automóveis, serviços de bufê e agências de viagens.

O quadro reflete avanços na vacinação contra a Covid-19 promovida pelo Governo Federal e medidas de apoio ao setor do turismo. “Os dados mostram que ações como a definição de protocolos sanitários, com o Selo Turismo Responsável, favoreceram a manutenção de atividades. Medidas como esta são essenciais para proporcionar o contínuo desenvolvimento do ramo, até chegarmos aos níveis anteriores à pandemia”, afirma o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Leia Também:  Senado aprova MP que flexibiliza contratação de aeronautas

No acumulado de 2021, as atividades turísticas cresceram 21,1%, influenciadas pelo aumento de receitas das empresas dos ramos de transporte aéreo, hotéis, restaurantes, locação de automóveis e rodoviário coletivo de passageiros. Regionalmente, todos os 12 locais investigados registraram taxas positivas, com destaque para Bahia (49,3%), Pernambuco (42,7%), Minas Gerais (29,6%), Rio de Janeiro (16,8%) e São Paulo (9,4%).

EMPREGOS 

Outro dado relativo a novembro de 2021 corrobora a recuperação do turismo nacional. Segundo a pesquisa Monitora Turismo, baseada no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, o mês apresentou o melhor saldo de empregos formais do ano no setor: 38.959 novas vagas. O número é mais de 17 vezes superior ao verificado em janeiro de 2021, quando houve 2.215 contratações formais.

SELO 

Para obter o Selo Turismo Responsável do MTur, o estabelecimento ou profissional deve estar regular no Cadastur, o Cadastro Nacional de Prestadores de Serviços Turísticos. O registro ocorre de forma rápida, gratuita e online (Faça AQUI). Depois, o interessado precisa acessar o site do Selo, ler as orientações e declarar cumprir os pré-requisitos (Confira AQUI). Na sequência, o prestador é encaminhado a uma área do portal onde pode realizar o download do selo para impressão.

Leia Também:  MJSP abre inscrições para 4ª Edição de Cursos para condutores de veículos de emergência

 

Com informações do Ministério do Turismo

 

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BRASIL

Vice-presidente participa de Cúpula do Prosul na Colômbia

Publicados

em


O vice-presidente Hamilton Mourão está em Cartagena das Índias, na Colômbia, onde participará da Cúpula do Fórum para o Progresso e Desenvolvimento da América do Sul (Prosul), representando o presidente Jair Bolsonaro. Ele embarcou na manhã desta quarta-feira (26), acompanhado do ministro das Relações Exteriores, Carlos França.

Procurado pela reportagem, o Palácio do Planalto não informou oficialmente os motivos da desistência do presidente Jair Bolsonaro de participar do encontro de líderes regionais. Informalmente, um dos dos motivos alegados para o cancelamento da viagem é o luto do presidente pela morte da mãe, Olinda Bolsonaro, ocorrida na última sexta-feira (21). Está prevista a presença do presidente na missa de sétimo dia em memória da mãe, nesta quinta-feira (27).

Segundo a agenda oficial de Mourão, o único compromisso dele nesta quarta-feira é o jantar oferecido presidente da Colômbia, Iván Duque, aos chefes de Estado presentes à cúpula. Outros detalhes sobre a agenda na cúpula ainda não foram informados pelo Itamaraty. 

O Prosul foi criado em março de 2019 para substituir a União Sul-Americana de Nações (Unasul), que existia desde 2008. Participam atualmente do bloco Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai e Peru. Três países sul-americanos não fazem parte do bloco: Bolívia, Uruguai e Suriname. A Venezuela não foi convidada para integrar o grupo.

Leia Também:  Ministério da Economia e Apex assinam acordo para expandir a presença do artesanato brasileiro no mercado internacional

Edição: Nádia Franco

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

PODERES

POLÍCIA

GERAL

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA